Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Assembleia / Notícias / Deputados reiteram convite a secretário de Meio Ambiente

Deputados reiteram convite a secretário de Meio Ambiente

por Igor_Cruz — publicado 20/03/2015 12h22, última modificação 20/03/2015 12h22
Se o secretário deixar novamente de atender comissão, será convocado para comparecer à ALE...

 

Membros da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável estiveram reunidos no Plenarinho da Assembleia Legislativa. Na ocasião, o presidente da comissão, deputado Jean Oliveira (PSDB), decidiu, junto com os demais membros, reiterar o convite feito na última reunião ao secretário de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), Vilson de Sales Machado.

Jean de Oliveira leu ofício encaminhado pelo secretário da Sedam, que justificou a ausência na reunião em virtude de compromisso com o Conselho Nacional do Meio Ambiente, na mesma data. Para o deputado, o secretário poderia ter antecipado a justificativa de sua ausência.

“O secretário nos deixa de mãos atadas quando não nos envia um representante e deixa para informar que não virá à reunião no dia de sua realização. O convite foi feito há uma semana”, lembrou o deputado.

Vilson Machado foi convidado pela Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável a prestar informações sobre as providências tomadas em respeito à 3ª Aproximação do Zoneamento Sócio Econômico Ecológico do Estado.

No ofício, o secretário informa que os recursos do Fundo Amazônia, a serem disponibilizados através do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDS), contemplarão a atualização da 2ª Aproximação do Zoneamento Sócio Econômico Ecológico do Estado de Rondônia.

Lazinho da Fetagro (PT), membro suplente da comissão, disse que o secretário deve ser convidado mais uma vez para participar de uma reunião com a comissão, mas que diante de uma segunda ausência, deverá ser convocado.

O deputado Cleiton Roque concordou com o colega e apontou outro problema na Sedam. O parlamentar informou que esteve na secretaria nesta semana para ter informações sobre Licenças de Operação e buscar soluções para o município de Vilhena e se assustou com o ambiente completamente insalubre que a pasta oferece aos trabalhadores.

 “Vi uma estrutura arcaica, onde o mofo toma conta das paredes, uma estrutura que não tem as mínimas condições de atender a demanda de um Estado como o nosso. Vi processos jogados no chão”, contou o deputado.

Jean Oliveira disse que a comissão irá acrescentar a constatação do deputado na pauta da reunião com o secretário da Sedam, que deverá também trazer explicações sobre o processo de descentralização da secretaria e sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR).

“A base da economia de Rondônia é o agronegócio e consequentemente o meio ambiente. Precisamos colocar o Estado regular e trabalhar pela legalização das áreas produtivas”, disse Jean.

Para Lazinho, a Comissão de Meio Ambiente tem um grande desafio pela frente. “Temos que construir um meio termo entre ambientalistas e produtores, possibilitar a capacidade de diálogo e evitar imposições”, afirmou.

 

ALE/RO - DECOM - [Juliana Martins]

Foto: ALE/RO - DECOM - [José Hilde]

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Os comentários são moderados