Anderson do Singeperon fala sobre situação da Escola Manaus de Porto Velho

por Igor_Cruz — publicado 14/06/2017 15h14, última modificação 14/06/2017 15h14
O parlamentar disse esperar que, após o projeto de militarização, a criminalidade no local diminua...

 

O deputado Anderson do Singeperon (PV), na sessão desta quarta-feira (14), mostrou sua indignação quanto a situação da Escola Estadual Manaus, de Porto Velho, que se encontra com a segurança em estado de precariedade.

 Segundo o parlamentar, ele e sua equipe visitaram a escola, onde o deputado já foi aluno, e foi constatado coisas como buracos nos muros e ainda um muro inteiro derrubado. "É preocupante porque, apesar de estar na região central da cidade, ela é quase periférica", afirmou.

Em sua visita Anderson ouviu vários professores e alunos que relataram situações como furtos e até criminosos utilizando substâncias ilícitas no local. "A escola fica rodeada de bocas de fumo e há criminosos que entram nas dependências do local para usar drogas, é um absurdo", complementou.

Ainda durante o discurso, ele afirmou ter a esperança de, após a militarização da instituição os índices de criminalidade tanto dentro quanto fora da escola diminuam. "A militarização irá apenas reforçar a segurança no local, já que quando a polícia é acionada, eles retiram os criminosos que, após a saída da polícia, retornam".

 

ALE/RO - DECOM – Isabela Gomes

Foto: Ana Célia

registrado em: