Anderson do Singeperon pede pagamento de gratificação de professores de Espigão do Oeste

por Igor_Cruz — publicado 06/07/2017 18h21, última modificação 06/07/2017 18h21
A gratificação de difícil provimento, direito dos professores emergenciais, ainda não foi pago...

 

O deputado Anderson do Singeperon (PV) indicou ao Poder Executivo Estadual para que, através da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) sejam pagas as gratificações de difícil provimento a professores do município de Espigão do Oeste. 

Segundo indicação, a ação visa atender demandas de professores emergenciais da Escola Estadual Jean Piaget e da Escola Municipal Tancredo de Almeida Neves, que não receberam o benefício, mesmo possuindo o direito. "O direito a gratificação de difícil provimento tem base em uma Portaria de 2016 da secretaria e deve ser cumprido", afirmou o parlamentar.

Ainda segundo Anderson, alguns professores, sem a gratificação, não poderão continuar a prestar os serviços. "Existem professores que percorrem distâncias de até 80 km para poder lecionar nas escolas e em época de chuva o acesso fica bem mais difícil. Os gastos são arcados por esses servidores e eles precisam do dinheiro para continuar a exercer sua função", concluiu.

 

ALE/RO - DECOM – Isabela Gomes

Foto: Gilmar de Jesus

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.