Aprovação do piso salarial dos profissionais da educação é um marco histórico, diz deputado Cirone Deiró

por Arliane Alves Baach publicado 11/09/2019 15h24, última modificação 11/09/2019 15h24
“Assembleia Legislativa já tinha assegurado os recursos necessários para o pagamento do piso nacional do magistério da categoria”, explicou o deputado


“A aprovação por unanimidade do projeto de lei que concede aumento anual aos profissionais do magistério, técnicos educacionais e analistas educacionais, da Secretaria de Estado da Educação- Seduc é um marco na história da educação rondoniense”, disse o deputado Cirone Deiró, ao parabenizar o deputado Lazinho da Fetagro, presidente da comissão da educação e as lideranças do sindicato dos trabalhadores em educação- Sintero, pela importante conquista para os trabalhadores da educação. 

Cirone Deiró registrou que o piso na carreira do magistério era uma reinvindicação que integrava a pauta de todas as negociações da categoria com o governo. Ele também reconheceu a persistência e a disposição para o diálogo do deputado Lazinho da Fetagro que esteve em todos os momentos ao lado das lideranças da categoria nestas negociações. “Hoje, colhemos os frutos deste trabalho sério e persistente. Parabéns ao deputado Lazinho, as lideranças do Sintero e a categoria pela conquista. A partir de hoje, vamos escrever uma nova página na educação rondoniense”, afirmou. 

O deputado Cirone Deiró lembrou que em 2018, Assembleia Legislativa já tinha assegurado os recursos necessários para o pagamento do piso nacional do magistério da categoria, mas a medida ainda não havia sido regulamenta, porque o governo ainda não havia enviado projeto. Ele agradeceu a sensibilidade do governo em atender tão importante reivindicação da educação. “Recebemos com alegria o gesto do governador Marcos Rocha. Uma clara demonstração de valorização dos profissionais da educação. Essa também é nossa prioridade na assembleia”, disse. 

De acordo com o deputado Cirone Deiró, o projeto aprovado nesta terça-feira, 10 de setembro, assegura a categoria o reajuste anualmente no mês de janeiro. Cirone explicou que a lei traz a garantia financeira e jurídica necessária ao profissional que integra as políticas educacionais do estado. “Estamos atribuindo o devido valor a uma das mais importantes áreas de atuação do governo. Quem souber reconhecer e valorizar a educação estará apontando o caminho para as conquistas dos nossos adolescentes e jovens”, assegurou.

Texto: Edna Okabayashi/Assessoria

Foto: Marcos Figueira-Decom-ALE/RO

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.