Comissão de transporte e obras públicas sabatina indicados para a Agero

por Ronaldo Afonso do Amaral publicado 08/10/2019 21h55, última modificação 08/10/2019 22h56
Nomes indicados pelo Executivo foram aprovados pelos membros da comissão


Na manhã desta terça-feira (8), a Comissão de Transportes e Obras Públicas (CTOP), sob a presidência do deputado Luizinho Goebel (PV), e com as presenças dos deputados Marcelo Cruz (PTB), Cássia Muleta (Podemos), Jair Montes (PTC), Adelino Follador (DEM) e Cabo Jhony Paixão (PRB) recebeu os indicados para ocuparem os cargos de presidente e Diretores da Agência de Regulação de Serviços Públicos Delegados do Estado de Rondônia (Agero). 

Para o cargo em comissão de Diretor-Presidente da Agero, o Executivo indicou Clébio Billiany de Mattos. Ele tem mestrado em Administração e especialista em Gestão de Pessoas e Metodologia do Ensino Superior. Mattos atuava como Coordenador na Superintendência Estadual de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (SEDI).  Para o cargo em comissão de Diretor de Regulação Econômica da Agero, foi indicado Sérgio Sival Ferreira Sousa, bacharel em Ciências Econômicas e ex-assessor de planejamento estratégico do Diretor-presidente da Agero. 

Para ocupar o cargo em comissão de Diretor de Normatização e Fiscalização dos Serviços da Agero, o Executivo indicou Kenny Abiorana Duran, com mestrado em Engenharia de Produção e especialista em Administração Financeira e Estratégica Financeira Empresarial, que já exerceu o cargo de Superintendente Financeiro na Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd). Para o cargo em comissão de Diretora de Administração, Finanças e Planejamento da Agero, foi indicada a bacharel em Ciências Contábeis e ex-chefe de gabinete da Caerd, Silvia Lucas da Silva Dias. 

 

Regulamentação 

Após apresentação do currículo dos novos gestores, o deputado Adelino Follador solicitou ao novo presidente atenção referente a questão regulamentação do táxi compartilhado e dos transportes alternativos em Porto Velho e a Lei 13.855/19, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) que aumenta a punição para transportes piratas. “Essa atividade foi aprovada pela população e por isso precisamos regulamentar essa decisão. São muitas famílias envolvidas nesse ramo e não podemos deixar esses taxistas sem emprego e principalmente sem renda”, disse. 

Em resposta ao deputado Adelino, o indicado para o cargo de Diretor-Presidente da Agero, Clébio Billiany, afirmou que após a regulamentação da lei do táxi compartilhado, a Agência irá regulamentar a atividade, bem como fiscalizar para que o serviço seja prestado com qualidade. 

 

CPI Energisa 

Como relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instalada na Assembleia Legislativa para investigar possíveis irregularidades e práticas abusivas contra os consumidores de Rondônia e que estariam sendo praticadas ela empresa Energisa, o deputado Jair Montes solicitou antecipadamente, ao novo presidente a indicação de técnico da equipe da Agero, com conhecimento em geração, transmissão e distribuição de energia elétrica para compor a CPI. 

 

Conhecimento 

Em seguida, Jair Montes questionou também Billiany qual seu nível de conhecimento referente a importância da Agero para o Estado de Rondônia, como avalia sua indicação como Diretor-Presidente e qual compromisso será feito durante sua gestão com a população rondoniense referente aos serviços regulamentados pela Agência. 

O indicado ao cargo de Diretor-Presidente da Agero, apontou que a Agência precisa estará sempre à disposição da população e garantiu que pela sua vasta experiência como administrador se considera “um gestor voltado para a governança técnica, que busca a ética, eficiência e eficácia com sua equipe”, disse. 

O deputado Alex Redano ressaltou a importância de os indicados terem conhecimento técnico e experiência para atuar nas respectivas áreas. “Vocês serão pressionados por determinados grupos e por isso podemos afirmar que terão uma grande missão como gestores desse órgão”, pontuou. 

A deputada Cássia Muleta pediu que os novos gestores olhem com muita responsabilidade sobre a regulamentação dos transportes alternativos.  “Espero que vocês sejam parceiros de todas as categorias, que chamem para conversar, pois todos eles têm o dinheiro de trabalhar e são de grande serventia para a população rondoniense”, afirmou. 

Segundo o presidente da Comissão de Transportes e Obras, Luizinho após serem devidamente sabatinados, “os novos gestores foram aprovados por unanimidade pelos membros da comissão e estão habilitados para exercerem o cargo para qual foram indicados, nos termos da Lei Complementar Estadual n° 965/2017”, finalizou. Agora caberá ao plenário da Casa de Leis concluir o processo.

Texto: Laila Moraes-Decom-ALE/RO

Fotos: Marcos Figueira-Decom-ALE/RO


Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.