Comissão especial sobre CPI da Friboi discute relatório da Sefin sobre isenções fiscais

por Igor_Cruz — publicado 11/12/2017 16h55, última modificação 11/12/2017 17h47
Deputados solicitaram mais informações sobre andamento das ações de cobrança do governo ao grupo JBS...

 

A comissão temporária especial destinada a colher subsídios sobre o funcionamento da CPI da Friboi, instalada na Assembleia Legislativa do Mato Grosso, na reunião desta segunda-feira (11), deliberou encaminhamento quanto ao relatório enviado pela Secretaria de Estado de Finanças.

O documento, enviado após solicitação da comissão, apresenta informações quanto à concessão de isenção fiscal, por parte do governo do Estado, destinada ao grupo JBS/Friboi, que por sua vez não teria cumprido o acordo firmado para que as isenções fossem possíveis e também quais medidas o Estado estaria tomando para recuperar os valores.

O presidente da comissão, Hermínio Coelho (PDT), e os membros Jesuíno Boabaid (PMN) e Anderson do Singeperon (PV) decidiram que cada um ficasse com uma cópia do relatório e fizesse, com apoio técnico, uma minuciosa avaliação das informações e se o documento oferece, de fato, todas as informações solicitadas pela comissão.

Jesuíno Boabaid sugeriu que seja encaminhado ofício à Sefin, solicitando informações referentes às ações de cobrança do governo para a JBS, se estas já estão sendo executadas e se não, por quais razões. A sugestão foi votada e acatada por todos os membros.

A comissão se reunirá novamente no dia 19 de fevereiro, para o relatório final. Segundo o presidente Hermínio, não havendo uma concordância dos deputados com o resultado final dos trabalhos da comissão, uma CPI será formada.

 

ALE/RO - DECOM - Juliana Martins
Foto: Lusângela França


FOTOS

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.