Criação do território é destaque na Escola do Legislativo

por Ronaldo Afonso do Amaral publicado 16/09/2019 15h45, última modificação 16/09/2019 15h45
Decreto assinado pelo presidente Getúlio Vargas em 1943 garantiu a criação do Estado de Rondônia


Os 76 anos de criação do Território Federal do Guaporé, que originou Rondônia foram comemorados em concorrida solenidade na Escola do Legislativo. Foram ministradas duas palestras, sendo uma sobre o “Setembro Amarelo” e a segunda abordou a história da criação do território. 

O diretor geral da escola Fábio Ribeiro agradeceu a todos que estiveram integrados ao evento, ao presidente da Assembleia Legislativa (ALE), deputado Laerte Gomes (PSDB), aos membros da Mesa Diretora com uma frase do saudoso educador Paulo Freire: “se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda”. O aniversário de 76 de anos da criação do território “é uma data marcante e não poderia deixar de ser destacada na Escola do Legislativo, que é mantida pela ALE”, concluiu. 

As palestras com a professora Cynthia Zulian, que é psicóloga e falou sobre o número elevado e crescente de suicídios, um problema mundial, e do professor e historiador Francisco Matias, que abordou os 76 anos de criação do território. 

Segundo a professora Cynthia, a cada 40 segundos uma pessoa comete suicídio, por ansiedade, esquizofrenia ou outras causas, mas que 90% deles podem ser evitados com ações das mais diversas, principalmente humanas. A maioria dos suicídios ocorre entre pessoas do sexo masculino de 15 anos a 34 anos, quase sempre provocados por bullyng, transtornos, desemprego, isolamento social, solidão. 

O professor Matias abordou a criação do Território Federal do Guaporé, há 76 anos, que deu impulso político para o surgimento do Estado de Rondônia, que começou por Guajará-Mirim. “Naquela época tínhamos apenas dois municípios: Guajará-Mirim e Porto Velho”, alertou Matias. 

A visita do ex-presidente Getúlio Vargas, que veio a Porto Velho para ficar três horas e acabou permanecendo durante três dias (11 a 13/10/1940) foi destacada na palestra. Foi Getúlio quem assinou o Decreto 5812 de 13 de setembro de 1943.  As duas primeiras câmaras de vereadores de Rondônia foram as de Guajará-Mirim e Porto Velho, que pertenciam ao Amazonas. 

Após cerca de 40 minutos de palestra com explicações detalhadas de como surgiu o território, que originou o Estado de Rondônia, hoje um dos mais promissores do país e apresentação de fotos da época, a solenidade foi encerrada pelo diretor da escola, Fábio Ribeiro, que agradeceu a ampla colaboração que recebeu para realização da solenidade, que teve como um dos proponentes o jornalista Lúcio Albuquerque. 

Participaram da Mesa de Honra, além do diretor da EL, Fábio Ribeiro, o vereador Márcio de Oliveira (MDB), representando a Câmara de Vereadores de Porto Velho; Maria Conceição Alves secretária adjunta da Seduc-RO, Major Bruno Costa secretário de Segurança da ALE, Raphael Figueiredo secretário de Planejamento da ALE, e Francisco Chagas da Silva presidente da Academia de Letras de Rondônia-Acler.

Texto: Waldir Costa/Assessoria

Fotos: Assessoria

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.