Deputado Adailton Furia assina CPI para investigar a Energisa

por Ronaldo Afonso do Amaral publicado 20/09/2019 14h15, última modificação 11/10/2019 03h14
Parlamentar pediu o engajamento da bancada federal, contra o que classificou como irresponsabilidades da empresa


O deputado estadual Adailton Furia (PSD), usou a tribuna na Assembleia Legislativa, nesta semana, para reforçar o seu apoio à criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que vai apurar as graves denúncias de práticas abusivas contra os consumidores de energia elétrica em Rondônia. 

"Assinei o pedido de instalação da CPI da Energisa, uma iniciativa do colega deputado Alex Redano (PRB). Uma coisa é certa: a irresponsabilidade por parte dessa empresa, e o que ela está fazendo em Rondônia, é de abismar a todos os políticos desse no Estado", disse Furia. 

Para Adailton Furia, "o que a Energisa está fazendo com a população é de uma responsabilidade imensa. Nós temos pessoas acamadas que não têm condições de colocar um ar condicionado, porque se colocar, vai precisar vender a casa para pagar a conta de energia! O assalariado, o aposentado, não tem condições de pagar as tarifas de energia que estão sendo cobradas. 

O parlamentar afirmou que é preciso a mobilização da bancada federal, nessa luta em defesa da população de Rondônia. "Chamo a atenção sobre a responsabilidade da nossa bancada federal, pois a empresa possui um contrato federal. Enquanto deputados estaduais, estamos levando o que a Energisa tem feito de errado aqui no Estado, como tem tratado com desrespeito a nossa população", completou. 

Adailton Furia conclamou aos consumidores de energia para ingressarem com ações judiciais contra a Energisa. "Quem estiver se sentindo lesado, que abra processo judicial, que inunde a justiça com ações, para a empresa gastar com advogados e ser desmascarada, e fique nos tribunais patenteada a insatisfação dos consumidores", reforçou. 

Ele também parabenizou o deputado Jair Montes (PTC), que ingressou com o pedido de instalação de uma Comissão Especial para apurar denúncias de supostas fraudes na substituição dos relógios medidores de energia.

Texto: Eranildo Costa Luna-Decom-ALE/RO

Foto: Marcos Figueira-Decom-ALE/RO

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.