Deputado Anderson Pereira quer suspensão de visitas em unidades prisionais do Estado

por Ronaldo Afonso do Amaral publicado 15/10/2019 11h31, última modificação 15/10/2019 11h31
Segundo parlamentar seria uma resposta ao crime organizado


Durante reunião ordinária da Comissão de Direitos Humanos (CDH), no plenarinho da Assembleia Legislativa, o deputado Anderson Pereira (Pros), teve aprovado por unanimidade, recomendação legislativa de sua autoria, onde aponta à Secretaria de Justiça (Sejus), a suspensão de visitas no período de 30 dias a detentos nas unidades prisionais do Estado, em respostas aos ataques terroristas que vem ocorrendo nos últimos dias em Porto Velho e interior, ordenados por líderes de facções criminosas. 

O objetivo da recomendação é dar uma resposta ao crime organizado e cobrar, que o Estado tome medidas urgentes, antes que a situação fuja do controle, pois as ordens dos ataques saem dos presídios como afirmam as investigações da polícia. 

Em menos de uma semana foram três veículos destruídos, um ônibus do transporte público, um caminhão da Empresa de Desenvolvimento Urbano (Emdur), e uma viatura do Corpo de Bombeiros todos em Porto Velho. No interior, na cidade de Ariquemes um caminhão baú foi incendiado e em Pimenta Bueno três tentativas de explosão a agencias do Banco Bradesco. 

“Precisamos tomar uma medida que venha evitar que esses ataques voltem a ocorrer, o Estado tem que ter o controle da segurança, agir de forma emergente, antes que a situação evolua e ganhe novos ares”, disse Anderson Pereira. 

A medida adotada pelo parlamentar é similar à utilizada pelo secretário de Justiça do Ceará, que ao assumir o sistema suspendeu visitas, realizou operações “pente fino”, que resultou em grandes apreensões de materiais ilícitos em celas, transferiu presos, que foram determinantes para redução de ataques.

Foto e Texto: Assessoria

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.