Deputado Cirone Deiró propõe que órgãos possam estender benefícios do Refaz para que trabalhadores rurais

por Jocenir Sérgio Santanna publicado 28/09/2021 18h20, última modificação 28/09/2021 18h20
Parlamentar sugeriu que Refaz possa ser disponibilizados para que produtores resolvam pendências com Idaron, Sedam e Tribunal de Contas

O deputado Cirone Deiró (Podemos), iniciou seu pronunciamento na sessão ordinária da Assembleia Legislativa desta terça-feira (28), agradecendo a presença de todas pessoas presentes no Plenário que vieram até a Casa de Leis para acompanhar a votação e aprovação do projeto de lei que prevê o zoneamento de terras em Rondônia.

“É uma alegria recebê-los aqui, nesta Casa que é a caixa de ressonância do povo rondoniense, onde ecoa a voz do povo. E nós, fomos eleitos para representá-los aqui neste parlamento. E conforme já me pronunciei, estaremos juntos com o setor produtivo, esse povo de mãos calejadas que tanto trabalha por Rondônia, que só está economicamente no azul, porque o trabalho no campo não para. Minha gratidão a todos vocês”, declarou Deiró.

Em seguida, o deputado sugeriu que todos os parlamentares possam se unir para que a Sedam, a Idaron e o Tribunal de Contas possam fazer o Refaz para resolver pendências existentes nos referidos órgãos.

“São multas que foram aplicadas, inclusive, nos nossos agricultores, produtores rurais por algum problema existente em suas áreas onde, ao longo dos anos, isso só vem incorrendo juros e multas, e sem dar condições para que essas pessoas possam limpar seus CPFs e terem a tranquilidades de ter seu nome limpo”, argumentou o deputado.

O parlamentar informou que esteve com a direção da Sefin onde foi informado de que seria uma necessidade da pasta propor o Refaz.

“Sendo aqui, quero fazer aqui, junto com os colegas parlamentares, um pedido para que, o mais urgente possível, esse projeto venha para apreciação da Casa de Leis. E para isso, solicito que, enquanto a Idaron e a Sedam não mandarem essa matéria aqui para a Assembleia, que nós aguardemos a votação dos projetos que estas secretarias enviarem para cá. Só assim eles atenderão o nosso pedido, para que possamos valorizar nosso trabalhador rural. Agora vamos brigar para que esses produtores tenham seus nomes limpos com a ajuda do Refaz”, concluiu.

Texto: Juliana Martins/ALE-RO

Foto: Diego Queiroz/ALE-RO