Deputado Redano destaca que a CPI da Energisa precisa dar uma resposta à altura do que o consumidor de Rondônia merece

por Ronaldo Afonso do Amaral publicado 19/02/2020 16h38, última modificação 19/02/2020 16h38
A empresa deve ser ouvida pelos integrantes da CPI dia 25 de março

 

O deputado estadual Alex Redano (republicanos) presidiu na tarde desta quarta-feira (19), no plenário 2 da Casa de Leis, a primeira reunião, após recesso parlamentar, da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga abusos praticados pela empresa Energisa contra os consumidores do estado de Rondônia. 

Na retomada das atividades, o parlamentar ressaltou a manutenção do trabalho árduo e muito criterioso em prol de devolver a população de Rondônia o respeito e a qualidade do serviço prestado pela distribuidora. 

“Temos certeza de que já demos um grande passo, ouvindo a população, órgãos envolvidos na fiscalização e cobrança, autoridades e agora partimos para o momento de defesa da Energisa com a apresentação de argumentos plausíveis para atuar de forma tão desproporcional com nossa população. 

Segundo Redano, o relator da CPI, deputado Jair Montes (PTC) já se prepara para o relatório final, com as propostas, indicações e encaminhamentos necessários para que a situação volte à normalidade, e que todos possam ter de volta uma vida normal, sem o temor de a cada mês ter um valor diferente para pagar pela conta de energia. 

Durante a reunião ordinária, o parlamentar enfatizou que a CPI precisa dar uma resposta à altura do que a sociedade rondoniense merece. Citou como exemplo, o Estado de Goiás que está tirando a empresa distribuidora de energia no Estado. “Futuramente, compondo o relatório do deputado Jair Montes, podemos propor a saída de vez da Energisa do nosso Estado, mas sabemos que isso só será possível com o apoio irrestrito do governo de Rondônia”, frisou. 

A comissão votou e aprovou o dia 25 de março às 15h, para que o presidente da Energisa, juntamente com o Procurador da empresa comparecem a CPI, atendendo convite, para prestar esclarecimento sobre todos os fatos já apontados até o momento.

Texto: Eláine Maia-Decom-ALE/RO

Foto: José Hilde-Decom-ALE/RO

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.