Deputados criticam ausência corriqueira de secretário Padovani em reuniões sobre setor produtivo

por Igor_Cruz — publicado 25/07/2015 17h46, última modificação 25/07/2015 17h46
Os deputados denunciam que o titular da pasta da Seagri, mantém-se ausente em reuniões...

 

O presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PP), e o deputado estadual Laerte Gomes (PEN) classificaram como deselegante e desrespeitosa a postura do secretário de estado Evandro Padovani.

Os deputados denunciam que o titular da pasta da Agricultura, Pecuária, Desenvolvimento e Regularização Fundiária (Seagri), mantém-se ausente de reuniões agendadas e confirmadas e não atende a deputados estaduais dentro ou fora do gabinete para debater questões relativas ao setor produtivo.

A insatisfação dos parlamentares foi manifestada após reunião na presidência com o procurador-geral do Ministério Público, membros da Procuradoria Geral do Estado e chefes de gabinetes para discutir a liberação de emendas parlamentares às feiras agropecuárias com entrada franca.

“Chega a ser leviana essa falta de compromisso do secretário Padovani. Sabemos da boa vontade do governador Confúcio Moura em resolver questões desse setor, que é o mais importante para a economia de Rondônia. Mas, se esse assessor continuar agindo dessa forma, infelizmente, as coisas não vão caminhar positivamente”, afirmou Laerte.

A pauta da reunião realizada na última quarta-feira, 22, foi agilidade na liberação de recursos públicos para as feiras agropecuárias, em especial, nos municípios de pequeno e médio porte que dependem desse dinheiro para a realização do evento. Com a falta do secretário da Seagri quase nada foi resolvido. 

“Perderam tempo os deputados, os ilustres membros do Ministério Público e da Procuradoria, nossos servidores e, principalmente, as associações que aguardam esses recursos de emendas parlamentares para realizar as feiras”, lamentou Maurão de Carvalho.

O deputado Laerte Gomes acrescentou que o relacionamento entre a Seagri e membros do Legislativo azedou ainda mais na manhã desta quinta-feira, 23, quando técnicos da Assembleia sequer foram atendidos por assessores de Padovani na sede da secretaria em Porto Velho.

“A impressão que se tem é de total falta de comando na Seagri. Os deputados fazem emendas e, na hora da liberação dos recursos ou de qualquer outro encaminhamento, o Jurídico do Padovani simplesmente vira a cara. Serviço público é coisa séria. Não é coisa de comadre”, disparou Laerte.

 

ALE/RO - DECOM - [Assessoria Parlamentar]

Foto: Ana Célia

registrado em: