Dr. Neidson solicita apoio da bancada federal para aprovar projeto que trata da emancipação de distritos

por Igor_Cruz — publicado 22/03/2018 16h00, última modificação 22/03/2018 16h00
Parlamentar encaminhou requerimento coletivo assinado por mais oito deputados estaduais pela aprovação do PLC 137/15...


O deputado Dr. Neidson (PMN), encaminhou à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, requerimento coletivo solicitando apoio da bancada federal de Rondônia, para a aprovação do Projeto de Lei Complementar nº 137/15, que dispõe do procedimento para a criação, a incorporação, a fusão e o desmembramento de municípios.

O parlamentar reuniu oito assinaturas para o requerimento coletivo, sendo dos deputados Léo Moraes (PTB), Jesuíno Boabaid (PMN), Só na Bença (MDB), Aélcio da TV (PP), Adelino Follador (DEM), Marcelino Tenório (PRP), Luizinho Goebel (PV) e Laerte Gomes (PSDB).

Dr. Neidson explica que a propositura tem como premissa declarar que, na data de 10 de março de 2018, uma audiência pública foi realizada no distrito de Extrema, por solicitação do deputado e do presidente da ALE, Maurão de Carvalho (MDB) para tratar da emancipação dos distritos.
Na audiência foram tratados aspectos técnicos essenciais para a criação de um município e a importância que isso representa para o desenvolvimento econômico e administrativo da região que, caso conquiste a emancipação, será transformada no município de Extrema de Rondônia, formado pelos distritos de Nova Califórnia, Vista Alegre do Abunã, Fortaleza do Abunã e Extrema (sede).
Políticos e autoridades presentes na audiência em Extrema, apoiaram a aprovação do PLC 137/15.

"Agora precisamos do apoio e da votação dos nossos representantes em Brasília para a aprovação da matéria que possibilitará a emancipação, não só de Extrema, mas de outros distritos que lutam pela sua independência política e administrativa", concluiu Dr. Neidson.

 

ALE/RO - DECOM - Juliana Martins
Foto: Ana Célia 

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.