Em audiência com Conselheiro do TCE, Adelino Follador cobra agilidade na liberação de licitação da ponte da RO-459

por Ana Carolina Custódio publicado 28/09/2020 12h08, última modificação 28/09/2020 12h08
Por vídeoconferência, parlamentar falou da necessidade que a população da região tem da ponte

O deputado Adelino Follador (DEM) participou, na manhã desta segunda-feira (28), de uma reunião através de vídeoconferência com técnicos e o conselheiro Wilber Carlos dos Santos Coimbra, membro Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE/RO), que decidiu pela suspensão do certame licitatório, no último dia 16/09, véspera para abertura, atendendo ao pedido de embargo por uma empreiteira.

Para Adelino, os entraves burocráticos só aumentam o sofrimento e a ansiedade da população, além de dificultar a travessia com o tempo de espera, o cidadão é sacrificado com a taxa de embarque, pois a exploração foi concedida para uma empresa privada. Ainda existem os problemas diários, como o encalhamento da balsa e dificuldade de caminhões pesados na saída das cabeceiras.

“A balsa é uma solução paliativa, mas não pode perdurar por muito tempo, o estado tem a obrigação de acelerar o processo para o início das obras e os órgãos de controle devem contribuir para isso”, declarou Adelino.

Segundo o parlamentar, o conselheiro Wilber foi sensível aos argumentos apresentados, justificando que o acolhimento do pedido de embargo faz parte do protocolo do Tribunal, mas vai dedicar uma atenção especial para que sejam analisadas todas as denuncias e apresentará sua decisão o quanto antes, para que seja dada a continuidade do certame.

Texto e foto: Assessoria