Ismael Crispin promove audiência pública para debater produção, industrialização e comercialização da Castanha do Pará

por Ana Carolina Custódio publicado 25/11/2021 14h29, última modificação 25/11/2021 14h29
Iniciativa se dá pela necessidade de conhecer os desafios dos produtores do estado

Na próxima segunda-feira (29), o deputado Ismael Crispin (PSB) irá promover uma audiência pública na Assembleia Legislativa de Rondônia, às 09 horas, para debater sobre a Cadeia produtiva extrativista da Castanha do Pará e o seu processo de industrialização e comercialização.

De acordo com o parlamentar, a iniciativa se dá pela necessidade de verificar os desafios que as associações e cooperativas estão enfrentando para manter a produção da Castanha em Rondônia. “Segundo dados da Sedam, cerca de 80% da castanha coletada em Rondônia é enviada para a Bolívia de forma ilegal, e por preços abaixo do mercado. Precisamos viabilizar condições de produção e industrialização desse produto dentro da nossa região e com isso garantir o desenvolvimento da economia”, disse.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Rondônia produz em torno de duas mil toneladas por ano de castanhas, mas, conforme aponta o levantamento, tem potencial para produzir até 10 mil toneladas por ano, podendo gerar renda anual de mais de R$ 200 milhões, somente com a castanha-do-brasil. A maior parte da produção da castanha de Rondônia é realizada por povos indígenas, seringueiros e quilombolas, responsáveis por ocupar uma área de 33% da extensão territorial do Estado.

Texto: Laila Moraes-ALE/RO

Foto: Assessoria