Jean Oliveira ressalta a importância da estadualização de estradas vicinais nos distritos da Ponta do Abunã

por Ronaldo Afonso do Amaral publicado 13/12/2019 12h01, última modificação 13/12/2019 12h01
Esse pleito não é exclusivo do parlamentar, e sim de vários deputados que sabem da necessidade da região


O deputado estadual Jean Oliveira (MDB) voltou a cobrar do governo do Estado e a falar sobre a importância da estadualização de estradas vicinais nos distritos situados na região da Ponta do Abunã, no município de Porto Velho. A estadualização é necessária para que o DER, de forma legal e periódica, tenha a obrigação de fazer a manutenção dessas estradas que hoje não têm a devida atenção. 

No final de abril de 2019, o deputado apresentou propositura na Assembleia Legislativa ao Poder Executivo, indicando a necessidade de estadualização da vicinal 29B, que liga o município de Nova Mamoré ao distrito de União Bandeirantes e 312 quilômetros de estradas vicinais na Ponta do Abunã, no município de Porto Velho. 

Na indicação o deputado solicita a estadualização para a Linha 01 de Vista Alegre, Linha Ramal Jequitibá, Linha Ramal do Boi e Ramal Fortaleza do Abunã, totalizando 91 quilômetros.  Em Extrema, a solicitação é para a Linha Ramal do Jacaré, Linha 01, Linha 02, Linha 03 Norte, Linha 04 e Linha 05, com o total de 126 quilômetros. 

Em Nova Califórnia a Linha 12, Linha Ramal Rio Novo, Linha Ramal Cascalho, Linha Ramal Pioneiros, Linha Ramal Baixa Verde, no total de 75 quilômetros. Por fim, em Fortaleza do Abunã solicita para Linha Ramal, que liga a BR 364 a Vila de Fortaleza do Abunã com extensão de 20 quilômetros. 

O deputado observou que esse pleito não é exclusivo seu, “é de vários deputados que sabem da necessidade da região da Ponta do Abunã quanto a manutenção de estradas, por ser uma região eminentemente agropecuária que necessita de estradas em condições para a escoação da produção”. 

Existe a promessa do governo do Estado sobre a estadualização de 300 quilômetros de estradas vicinais na região da Ponta do Abunã para o próximo ano, e que para isso os estudos já estão sendo feitos, assim como também, a volta da residência do DER à região. 

“Esperamos que tudo isso aconteça. Só não podemos é deixar uma região produtiva como a Ponta do Abunã abandonada.  O forte da região é a agricultura e a pecuária. Essa produção precisa de estradas para ser escoada. O governo tem a obrigação de dá esse suporte. 2020 é o ano da estadualização das estradas vicinais da Ponta do Abunã”, afirma o deputado.

Texto: Assessoria

Foto: Marcos Figueira-Decom-ALE/RO

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.