Laerte critica ação de secretário de agricultura

por Igor_Cruz — publicado 23/02/2016 22h37, última modificação 23/02/2016 22h37
O parlamentar teceu críticas a postura do secretário e foi enfático ao afirmar que “se ajudamos a governar, se somos colaboradores do governo, também queremos colher os louros”...


O deputado Laerte Gomes (PEN) criticou o secretário de Agricultura do Estado, Evandro Padovani, que, segundo ele, desrespeita os deputados agendando eventos com o governador no interior do Estado em dias de sessão e reuniões de comissões.

O parlamentar teceu críticas a postura do secretário e foi enfático ao afirmar que “se ajudamos a governar, se somos colaboradores do governo, também queremos colher os louros”.

Laerte frisou a importância dos deputados estarem junto com o governador para ouvir a população.  “O mais grave é que os deputados nem convite receberam, o secretário regional é que me avisou que o governador estaria em Ji-Paraná hoje”, frisou.

Em aparte, o deputado Cleiton Roque (PSB) se solidarizou com o deputado Laerte e afirmou que reiterou pedido ao chefe da Casa Civil Emerson Castro, para que os compromissos do governador não sejam feitos nas terças e quartas-feiras para que os parlamentares possam acompanhar as ações nas bases dos parlamentares.

 

Outros temas

Laerte Gomes também relatou as ações realizadas na última semana como a audiência pública na quinta-feira (18) onde se discutiu o desmembramento da Universidade Federal de Rondônia, criando uma nova universidade federal em Ji-Paraná, com cursos com aptidão nas características regionais, atendendo efetivamente a demanda dos estudantes.

O parlamentar fez também a indicação ao DER para aquisição de 10 caminhões caçamba para auxiliar na obra do Anel Viário de Ji-Paraná. “Estas máquinas só sairão da obra após a conclusão da mesma”, afirmou.

Os veículos irão iniciar o transporte de cascalho para as proximidades da obra para quando acabar o período chuvoso o material já estar estocado e não se perder tempo. “Esta é uma importante obra e que irá desviar o trânsito de carretas pelo centro da cidade desafogando o tráfego”.

Laerte disse que esteve também com o superintendente do Banco do Brasil para solicitar melhor atendimento por parte da instituição aos moradores de Urupá. Segundo ele, o município é rico em produção e a agência negligencia os clientes com apenas três funcionários. Segundo ele o superintendente do banco prometeu resolver a situação dos funcionários, bem como a falta de dinheiro nos caixas eletrônicos, especialmente nos fins de semana.

Salientou também a importância dos investimentos que o estado tem feito na escola Abaitará, localizada no município de Pimenta Bueno e que esteve na unidade juntamente com o governador Confúcio Moura e outros parlamentares local onde será a futura Universidade Estadual de Rondônia.  

 

Tragédia

O deputado Laerte lamentou a tragédia ocorrida em Goiânia, Estado de Goiás, com “uma filha de Rondônia”. A jovem Natalia Araujo Zucatelli, de apenas 18 anos, que cheia de sonhos foi estudar naquele estado em busca de vaga para cursar Medicina. “Assassinos a mataram para roubar um celular e um caderno, que era isso que ela possuía em sua bolsa”, afirmou.

Disse que não se tem mais segurança e que este é um problema crônico nacional, mas que precisa ser solucionado com investimentos maciços em educação, “desde a base até os cursos superiores para mudar a realidade dos nossos jovens”.

O parlamentar apresentou o pesar aos pais da jovem e tenta entender a dor pela qual seus familiares estão passando. “Este é o momento de reflexão e pesar, de se apegar a Deus diante de uma dor implacável, a dor da perda de um filho. É difícil para nós pais, aceitarmos a inversão da ordem cronológica”.

 

ALE/RO - DECOM - [Geovani Berno]

Foto: Ana Célia

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.