Presidente Laerte Gomes conhece trabalho desenvolvido pelo grupo de apoio social Melhor de Mim de Ariquemes

por Ronaldo Afonso do Amaral publicado 14/11/2019 11h04, última modificação 14/11/2019 11h04
Deputado Geraldo da Rondônia intermediou o encontro para apresentar o projeto idealizado por sua esposa, Adriana Pinheiro


Na tarde desta quarta-feira (13), o presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), ao lado do deputado Geraldo da Rondônia (PSC), 3º secretário da Mesa Diretora, tomou conhecimento sobre a Roda de Terapia, um trabalho desenvolvido pelo grupo de apoio social Melhor de Mim, de Ariquemes. 

Para falar sobre o grupo Melhor de Mim e a Roda de Terapia, o deputado Geraldo da Rondônia intermediou o encontro de sua esposa e idealizadora do projeto, Adriana Pinheiro e do psicólogo, Sérgio Paulo da Silva com o presidente Laerte Gomes. 

Segundo Adriana, a iniciativa nasceu após ela receber constantes pedidos de ajuda social vindos de pessoas que sofrem com transtornos relacionados à angústia, sintomas de solidão, desespero, ou com a chamada dor na alma. 

O projeto Melhor de Mim conta com atividades semanais, a exemplo das rodas de conversas e terapias com psicólogos e orientadores sobre motivação e conscientização para pessoas e famílias que sofrem com o mal da depressão, realizadas de forma voluntária, todas as quartas-feiras, às 19h30, na sede do Colégio Ágape, localizado na Avenida JK, Setor Industrial, em Ariquemes. As rodas de terapias são abertas a participação de todos os interessados. 

“Nós iniciamos esse trabalho social em Ariquemes, já chegamos ao município de Cujubim e pretendemos, em breve, atender o Vale do Jamari. É um trabalho desenvolvido para fomentarmos o combate ao suicídio, mostrarmos que existem pessoas preocupadas, fazendo algo para ajudar vítimas da depressão”, anunciou o psicólogo Sérgio Pinheiro. 

O presidente Laerte Gomes parabenizou Adriana pela idealização do projeto e Sérgio Paulo por ajudar a desenvolver os atendimentos a quem procura ajuda. 

“Sem dúvida é um grande trabalho social. É preciso o envolvimento do maior número de pessoas para que possamos chamar a atenção de todos sobre essa necessidade de reconhecer a depressão com uma doença grave. Ações como estas, trazem conforto e podem representar uma oportunidade de uma nova vida para quem passar por esse problema que a cada dia, infelizmente, atinge mais e mais pessoas, principalmente os nossos jovens”, concluiu o presidente.

Texto: Juliana Martins-ALE/RO

Foto: Marcos Figueira-Decom-ALE/RO

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.