Secretário da Educação mostra ações e projetos na Comissão de Educação

por Arliane Alves Baach publicado 11/09/2019 16h50, última modificação 11/09/2019 19h53
Suamy Vivecananda também recebeu um levantamento da situação das escolas, feito pelo gabinete do deputado Lazinho


A Comissão de Educação e Cultura da Assembleia Legislativa se reuniu na manhã desta quarta-feira (11), no plenarinho 01, sob a presidência do deputado Lazinho da Fetagro (PT), com a presença dos deputados Adelino Follador (DEM), Ismael Crispin (PSB) e Cabo Jhony Paixão (Republicanos). 

A Comissão distribuiu algumas matérias e recebeu o secretário de Estado da Educação, Suamy Vivecananda, que fez um relato das ações e dos projetos desenvolvidos pela pasta. 

Na ocasião, Vivecananda recebeu um levantamento, realizado pela equipe do gabinete do deputado Lazinho, sobre a situação de cerca de 60% das escolas estaduais. "A intenção é contribuir, poder levar informação precisa sobre a realidade. Com esse levantamento em mãos, podemos planejar e trabalhar ações para trazer melhorias à educação", disse Lazinho. 

O secretário explicou que as ações da Secretaria, priorizam o Plano Estadual de Educação, com ênfase em investimentos no ensino médio. "Temos ajudado e trabalhado em conjunto com os municípios, para apoiar o ensino fundamental, mas sem deixar de cumprir com a nossa obrigação no ensino médio", observou. 

Os deputados haviam solicitado informações acerca da necessidade de pessoal por município e função, nas 18 regionais da Seduc. O secretário informou que o levantamento apontou uma necessidade aproximada de 1600 professores, cerca de 340 administrativos, e técnicos educacionais, em variadas funções, na ordem de 2 mil. 

"Fizemos o chamado do concurso emergencial e outras ações para suprir essas necessidades, além de termos promovido algumas adequações. Também tivemos, entre de 2018 a 2019, a efetivação de cerca de duas mil aposentadorias na Seduc", completou. 

Os membros da Comissão agradeceram e parabenizaram a Seduc pelo envio do projeto, aprovado pelos deputados, que assegura o pagamento do piso nacional do magistério aos professores da rede estadual, além de melhorias nos vencimentos dos técnicos e analistas educacionais. 

Integrantes da Comissão irão no próximo dia 18 à cidade de Sobral, no Ceará, que possui as melhores notas de avaliação do ensino no país, e convidou o secretário para se integrar a comitiva, que vai buscar informações acerca da política educacional do município cearense.

Texto: Eranildo Costa Luna-Decom-ALE/RO

Fotos: José Hilde-Decom-ALE/RO

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.