Solicitada criação de comissão para apurar tarifas de serviços públicos

por Igor_Cruz — publicado 16/05/2016 13h52, última modificação 16/05/2016 13h52
Hermínio Coelho e Jesuíno Boabaid afirmam que cobranças são irregulares...

 

Através de requerimento coletivo apresentado à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, os deputados Jesuíno Boabaid (PMN) e Hermínio Coelho (PDT) solicitaram a criação de Comissão Temporária Especial destinada a analisar as tarifas de energia elétrica, água e esgoto no Estado. A comissão deverá ser composta por cinco membros e tem prazo de 60 dias para apresentar o resultado do que for apurado.

Segundo o requerimento dos parlamentares, atualmente Rondônia não recebe um serviço de qualidade que justifique tamanhas cobranças à população. De acordo com os deputados, são cobranças que não condizem com o retorno que a sociedade espera.

A população estaria ficando sem condições de arcar com os pagamentos das taxas e tarifas impostas, aumentando a inadimplência que, para os parlamentares, acontece com o aval do próprio Estado.

Jesuíno e Hermínio afirmam que a população rondoniense paga muito caro pela energia elétrica. Segundo os deputados, nos últimos 20 anos a tarifa de energia teve um aumento de aproximadamente 20%, muito além da inflação (IPCA), que ficou em torno de 130%. O fato teria ocorrido após a privatização da energia elétrica no país.

O mesmo aconteceria em relação à cobrança da tarifa de água e esgoto por parte da Caerd. De acordo com os parlamentares, a qualidade do serviço prestado pela empresa não faz jus ao valor das tarifas, visto que a Caerd não oferece saneamento básico. “Mas cobra como se executasse”, ressaltaram.

Entre outros aspectos, os deputados afirmam a necessidade urgente de criação da Comissão Parlamentar para que a situação tributária, cobranças indevidas e outros mecanismos que as empresas prestadoras de serviço público estariam utilizando com a população sejam acompanhadas pelo Legislativo.

 

ALE/RO - DECOM - [Juliana Martins ]

Foto: Ana Célia