Deputado Eyder Brasil sai em defesa da Sedam e da Polícia Ambiental

por Ronaldo Afonso do Amaral publicado 29/08/2019 18h14, última modificação 29/08/2019 18h14
Parlamentar afirma que instituições devem receber um bom tratamento


O deputado Eyder Brasil (PSL), na sessão ordinária desta quarta-feira (21), reagiu às críticas contra o Governo e defendeu o secretário de Estado de Desenvolvimento Ambiental, Elias Rezende de Oliveira, afirmando que é melhor ser inexperiente do que corrupto. Ele citou que muitos dos que passaram pela Sedam foram presos. 

“Que ao terminar sua missão à frente da Sedam, ele possa retornar aos seus afazeres tranquilo, muito diferente daqueles que saíram de lá para a cadeia”, acrescentou o parlamentar. 

Eyder Brasil defendeu ainda a Polícia Ambiental, afirmando que ataques gratuitos enfraquece as instituições. Ele afirmou “ser vergonhoso” tratar assim um batalhão tão importante. 

“Acredito que no calor das emoções acontecem comentários tristes. Existem pessoas erradas em todas as instituições, dentro das igrejas, das famílias. Enquanto representantes do povo, que busquemos os culpados como fiscalizadores que somos, mas sem denegrir. Não foi um batalhão, e sim a Polícia Militar que foi atacada”, detalhou Eyder Brasil. 

Ele afirmou, ainda, que o que dá poder ao deputado não é participar de comissão A ou B. “Temos o poder de fiscalizar órgãos estaduais ou quem quer que seja. Assim, vou denunciar ao Ministério Público Estadual, para fiscalizar essa e outras ações. Estão sendo cometidos crimes contra pequenos produtores que a muito custo tentam levar alimento para casa”, finalizou Eyder Brasil.

Texto: Nilton Salina-Decom-ALE/RO 

Foto: Marcos Figueira-Decom-ALE/RO

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.